Terceiro envolvido procurado por decapitação e vídeo de jovem morto em Manaus é preso

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O terceiro envolvido na decapitação de Sândalo Rebouças Marinho, que tinha 19 anos, foi preso nesta quarta-feira (7). Trata-se de Messias Ferreira de Oliveira. Outros quatro ainda são procurados por policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O homem foi levado para a sede da DEHS. Além dele, também foram presos Keven Gomes de Oliveira, 21, no dia 29 de novembro, e Alex da Silva Regis, o “Mapeador”, no dia 24 de agosto de 2022.

Franciney Lemos Ferreira, Gileno Oliveira do Carmo, Jucimara Oliveira do Carmo, a “Baixinha”, e Kelvisson Souza de Oliveira, o “Neném” ainda são procurados pelo sequestro e decapitação da vítima, ocorrida no dia 31 de julho, no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona leste de Manaus.

De acordo com as investigações da especializada, Sândalo foi morto no lugar do irmão, que não foi encontrado pelos criminosos no dia do sequestro. Em seguida, eles fizeram um vídeo mostrando a cabeça da vítima como um prêmio e mandaram para os familiares do rapaz.

Nas imagens, os envolvidos dizem que a morte de Sândalo é uma resposta ao assassinato e decapitação de Luciano da Silva Barbosa, 32, o ‘L7″, filho do narcotraficante José Roberto Fernandes Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa”.

 

Leia Também