Grupo criminoso arranca cabeça de rival e manda vídeo para a família em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Nível de crueldade comparado aos grupos terroristas mais perversos do mundo. Foi assim que uma facção criminoso fez em Manaus. A Revolucionários do Amazonas não se conteve em decapitar um jovem. Escolheu gravar toda a cena e mandar para a família. O caso aconteceu com Sândalo Marinho, que estava desaparecido. Até esta quarta-feira (3) o cadáver dele não havia sido localizado.

O rapaz foi sequestrado na Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus, enquanto andava rumo à casa da mãe. Nas redes sociais, familiares divulgaram contatos em busca de informações sobre Sândalo, até que o vídeo chegou aos parentes.

. No mesmo dia, mais tarde, um vídeo começou a circular onde mostra a cabeça cortada do jovem sendo segurada. A família reconheceu como sendo a de Sândalo.

Stephanie Lima, amiga da família, disse que todos estão arrasados. “Não compreendo como tal pode acontecer a alguém tão jovem, sinto uma imensa revolta e uma dor imensa no meu coração, causada por me terem arrancado de lá alguém que eu tanto amo”, escreveu nas redes sociais. “A justiça de Deus não falha, morreu por no lugar de outra pessoa”, disse outra amiga da família.

O irmão de Sândalo, Stepheson Marinho, postou uma foto e confirmou a morte. “Meu irmão, sempre vou te amar”, escreveu ele.

A polícia segue apurando o caso.

Leia Também