Psicóloga morre após passar mal ao receber contraste para exame; diz família

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A psicóloga Bruna Nunes de Faria, de 27 anos, morreu na última quarta-feira (21), após passar mal ao receber contraste para 0 exame, segundo a mãe.  A jovem faria uma ressonância magnética do coração numa clínica de Goiânia, em Goiás,

A família de Bruna suspeita que ela tenha tido um choque anafilático uma reação alérgica grave, durante a realização do exame. A morte foi registrada na Polícia Civil.

De acordo com a a prefeitura de Silvânia, a psicóloga sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) há algumas semanas e fazia o exame para descobrir a causa. Nas redes socias, o órgão também lamentou a morte de Bruna e declarou luto no município de três dias.

 

Leia Também