Pazuello nega compra de vacina pelo triplo do preço e diz que apenas cumprimentou empresários

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Diante da repercussão extremamente negativa de um vídeo onde o então ministro da Saúde Eduardo Pazuello aparece afirmando que entrou em entendimento para comprar vacinas contra a Covid por meio de intermediários, o general resolveu se manifestar neste sábado. E disse que apenas foi na sala cumprimentar e ser cordial.

A oposição afirma que Pazuello estava negociando vacinas Coronavac pelo triplo do preço, apesar do Instituto Butantan oferecer a mesma vacina sem intermediários no Brasil. O vídeo revelado pelo jornal Folha de SP é o mais novo alvo das investigações da CPI.

Confira a explicação de Pazuello:

“Ante a importância da temática, uma Equipe do Ministério da Saúde os atendeu e este então Ministro de Estado – que detém o papel institucional de representar o Ministério da Saúde – foi até a sala unicamente para cumprimentar os representantes da Empresa após o término da reunião. Após a gravação, os empresários se despediram e, ato contínuo, fui informado que a proposta era completamente inidônea e não fidedigna. Imediatamente, determinei que não fosse elaborado o citado Memorando de Entendimentos – MoU – assim como que não fosse divulgado o vídeo realizado”, informou a nota.

Leia Também