Mais de 44 mil pessoas já se vacinaram no mutirão Vacina Amazonas, em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
"‘Qual é a meta?’. Nós não temos meta, nós temos desejo, e o meu desejo é que não sobre nenhuma gota de imunizante em nenhum desses locais", disse o secretário Anoar Samad

A 20ª edição do mutirão Vacina Amazonas registrou, ao meio-dia deste sábado (18/09), mais de 44 mil doses aplicadas na capital. Na sexta-feira (17/09), os pontos de vacinação da campanha alcançaram, das 9h às 19h, mais de 28 mil pessoas vacinadas contra a Covid-19. A ação recomeçou às 9h de hoje e segue até as 18h em nove locais estratégicos coordenados pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Manaus.

Um balanço parcial informado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) apontou que 15,7 mil doses foram aplicadas até o meio-dia deste sábado. Somadas às 28.369 doses aplicadas ontem, a edição do mutirão alcançou, até o momento, 44.069 pessoas vacinadas.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, o primeiro dia da campanha Vacina Amazonas registrou um número expressivo de doses aplicadas nos pontos de vacinação e manteve o ritmo no segundo dia, mesmo com a forte chuva durante a manhã.

“Isso é muito importante porque nós estamos aqui e as pessoas perguntam, ‘Qual é a meta?’. Nós não temos meta, nós temos desejo, e o meu desejo é que não sobre nenhuma gota de imunizante em nenhum desses locais. Então é muito importante que vocês compareçam”, reforçou o secretário Anoar Samad, relembrando o público-alvo desta edição.

“Nós temos aqui a primeira dose para o público de 12 anos ou mais. Temos a segunda dose para aqueles que já estão na época da segunda dose, é só você conferir na sua carteirinha ou no site Imuniza Manaus. E também temos disponível a terceira dose, também conhecida como dose de reforço, para homens e mulheres acima de 70 anos que tenham tomado a sua segunda dose de qualquer vacina”.

Público-alvo

Os postos de vacinação ofertam doses de reforço para idosos acima de 70 anos que tomaram a segunda dose ou dose única até o dia 31 de março, além da aplicação da primeira e segunda doses para quem ainda não iniciou a imunização ou precisa completar o esquema vacinal.

Para o segundo dia de mutirão, a expectativa é a ampliação da demanda, principalmente com a retomada da vacinação em adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades, que tiveram a vacinação validada em Resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), aprovada na tarde de ontem (17/09).

Leia Também