Suspeito de sequestrar, decapitar jovem e mandar vídeo para a família é preso em Manaus; cena forte

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Mais um suspeito de participar da morte de Sândalo Rebouças Marinho, que tinha 19 anos, foi preso por policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), nesta terça-feira (29). A vítima foi sequestrada e decapitada no dia 31 de julho deste ano e os criminosos ainda mandaram um vídeo para a família do rapaz, levantando a cabeça como se fosse um “troféu”.

De acordo com a polícia, Sândalo foi degolado dentro de uma canoa no bairro Colônia Antônio Aleixo. O suspeito preso nesta terça-feira foi apresentado na DEHS, onde mais detalhes seriam repassados para a imprensa.

Na época, a suspeita era de que membros da facção criminosa Revolucionários do Amazonas (RDA) pegaram Sândalo enquanto ele estava a caminho da casa da mãe.

Leia Também