Repórter cinematográfico da SSP é exonerado após denúncia de extorsão na zona Leste de Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O servidor público Tarcísio Heden Soares Amaral, 35 anos, foi exonerado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), onde atuava, após denúncias de prática de extorsão a moradores no bairro São José, zona Leste de Manaus. O fato aconteceu por volta das 00h45 desta segunda-feira(12), quando a polícia foi informada que dois homens em um veículo estavam com coletes da polícia roubando as pessoas nas imediações da Escola de Samba Grande Família.

Policiais da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) se deslocaram até o local, mas nada foi encontrado.  Porém, o veículo S10 de placa de segurança JXU-4H12 da SSP foi visualizado finalizando uma abordagem a uma motocicleta na rua Rio Carauari, antiga rua Marginal. Os policiais então abordaram os ocupantes do veículo e identificou Tarcísio Heden Soares Amaral, repórter cinematográfico da SSP, e Alípio Grijó da Silva.

Populares no local informaram que os dois estariam abordando motociclistas e exigindo o dinheiro dos mesmos, no entanto, nenhuma vítima foi localizada. A ocorrência foi conduzida a ocorrência para o 14º Distrito Integrado de Polícia, mas não foi realizado procedimento de polícia judiciária por conta de nenhuma vítima ter sido identificada. O veículo foi entregue a representante da SSP.

Através de nota, a SSP-AM informou que o caso foi acompanhado pela Corregedoria-Geral do Sistema de Segurança Pública. Foi determinada ainda a exoneração imediata do servidor, bem como a rapidez na investigação do caso pela Corregedoria-Geral.

Denúncias 

Quem desejar denunciar deve comparecer presencialmente na sede da  Corregedoria-Geral, que fica nas dependências do shopping Manaus Via Norte, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. As denúncias também podem ser enviadas para e-mail denuncia.corregedoria@ssp.am.gov.br.

 

 

Leia Também