Cabeleireiro é morto a facadas dentro de casa e suspeito é preso na hora pela polícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Na delegacia o suspeito disse que tinha ido ao local prestar um serviço e que a vítima teria tentado abusar dele, motivo pelo qual ele esfaqueou o cabeleireiro.

O cabeleireiro Raimundo Silva Moura, de 56 anos, foi assassinado a facadas dentro da casa onde morava, no condomínio Residencial da Ilha do Campos Elísios, situado no bairro Planalto, zona Centro-Oeste de Manaus. O crime ocorreu na noite desse domingo (2) e suspeito de cometer o crime foi preso momentos depois.

A vítima foi morta com quatro facadas que atingiram o pescoço e braços. Ele morreu na hora. De acordo com a Polícia Militar, o cabeleireiro e o suspeito, identificado como Jean Carlos, de 23 anos, teriam iniciado uma discursão e em seguida, partiram para luta corporal.

Ao ser detido e levado para uma delegacia da cidade, o suspeito disse que tinha ido ao local para prestar um serviço e que ao entrar na casa da vítima, o mesmo teria tentado abusar sexualmente dele. A partir daí iniciou-se a briga que finalizou na morte de Raimundo.

O suspeito não informou qual tipo de serviço teria ido prestar na casa da vítima. Ele foi apresentado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e autuado em flagrante pelo crime. A Polícia Civil deverá investigar o caso.

Leia Também