Avó, pai, mãe e tio defendem amazonense acusado de estuprar 4 crianças da sua família

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Justiça de Teresina ouviu na última sexta-feira (27), três testemunhas de acusação e sete de defesa durante audiência da 6ª Vara Criminal da Comarca, no caso do estudante de medicina Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira, de 22 anos, suspeito de estuprar quatro crianças da sua família, entre elas, a irmã mais nova de apenas três anos.

Marcos Vitor está foragido da Justiça há sete meses. Segundo fontes, durante a oitiva estavam presentes para defendê-lo a avó paterna, o pai, a mãe, o tio, uma ex-namorada e uma mulher não identificada.

Em uma entrevista para o Sistema O Dia, Priscila Karine, mãe de uma das vítimas, diz que os pais do estudante de medicina custeiam a fuga dele, já que foi expulso da faculdade em Manaus, no Amazonas. “Ele é financiado pelos pais, avós paternos e maternos. A mãe acompanha ele na fuga. Ele não está só. A família dele toda apoia ele. Diz que é a gente que está caluniando, que uma criança de três anos inventou a história”, garantiu Priscilla.

Leia Também