PM suspeito de causar tiroteio no Alvorada já disparou tiros na casa da ex-mulher

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O soldado da Polícia Militar que teria iniciado confusão próximo da rua 1, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, após jogo do Brasil, foi identificado como Felipe Lehnemann. O caso ocorreu nesta segunda-feira (28) e terminou em tiroteio e um rapaz baleado.

De acordo com testemunhas, o PM estaria sob efeito de bebidas alcoólicas, não estava trabalhando, mas exibia a arma de fogo.

Segundo o Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, que acompanha o caso, Felipe informou que criminosos em determinado momento tentaram pegar a arma dele.

O soldado reagiu, ainda segundo o Comando, e atirou contra um grupo de pessoas. Ele negou estar se exibindo.

No entanto, houve um tiroteio e Matheus Rodrigues Dantas, de 24 anos, foi atingido com um tiro nas nádegas. Ele encontra-se internado no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.

Felipe acabou sendo pego pela população, foi espancado com pedras, socos e chutes e só não foi linchado porque policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) chegaram. O soldado também foi levado ao 28 de Agosto.

Tanto o Comando da PM quanto a Polícia Civil investigam o caso.

Histórico problemático

A conduta do militar, que é irmão de um oficial da PM, é apurada. Em 2020, quando ainda era aluno-soldado, ele foi denunciado ao Comando após supostamente invadir a casa da ex-companheira e disparar tiros.

Na época, o casal estava em processo judicial por separação de bens. Segundo a família da mulher, Felipe teria invadido a casa, apontado a arma, e ainda mandou todos ficarem no chão. A situação chegou a ser filmada.

Leia Também