Incêndio em hospital que tratava pacientes com Covid-19 deixa 92 mortos, no Iraque

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Pelo menos 92 pessoas morreram e mais se 100 ficaram feridas durante um incêndio em um hospital destinado a pacientes com covid-19 em Nassiriya, cidade no sul do Iraque. O incêndio aconteceu nessa segunda-feira (12). Segundo a agência estatal INA, o incidente no Hospital Universitário Imam Hussein provavelmente foi causado pela explosão de um tanque de oxigênio.

As chamas já foram controladas. Fontes ligadas à área da saúde informaram que o número de mortos pode subir ainda mais, pois as operações de resgate no hospital estão em andamento. Dois funcionários da instituição estão entre as vítimas fatais.

As causas do incêndio ainda serão investigadas. Porém, um relatório preliminar da polícia aponta uma explosão em um tanque de oxigênio dentro da ala de pacientes com covid-19 do hospital.

O local ficou totalmente destruído – Foto: Reprodução

O presidente do Iraque, Barham Salih, confirmou a tragédia em uma publicação no Twitter na manhã desta terça-feira (13). Segundo ele, o incidente é resultado de corrupção e má gestão do hospital ao longo dos anos.

“O desastre do Hospital Al-Hussein (que a paz esteja com ele) em Dhi Qar, e antes disso, o Hospital Ibn Al-Khatib em Bagdá, é o produto de corrupção persistente e má gestão que subestimam a vida de iraquianos e impedem a reforma do funcionamento das instituições“, escreveu.

Leia Também