Motorista da BMW, Tenente do Exército diz que não tem condições de pagar fiança de R$ 20 mil

Facebook
Twitter
WhatsApp

Na tarde deste sábado (15), o advogado Roberto Romano pediu a soltura de Yan Danrlei Ferreira Rozendo, de 28 anos, sem pagamento de fiança, sob alegação de que ele não tem “condições financeiras de arcar com o valor”.

Motorista de BMW cruza sinal fechado, mata mulher e deixa motorista de app em coma; veja imagens

Yan avançou um sinal fechado, quando conduzia uma BMW e matou Fernanda Rodrigues Pinheiro, que tinha 18 anos e era passageira do motorista de aplicativo Edney Franklin Silva do Amaral, de 33 anos, que está internado em estado grave na UTI, no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio.

O acidente aconteceu na noite desta sexta-feira (14), no cruzamento da Getúlio Vargas com Ramos Ferreira, Centro de Manaus.

Ele foi preso por homicídio (quando não há intenção de matar) na direção de veículo automotor e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Durante o trajeto para a delegacia ele permaneceu calado.

O advogado alega que Yan é réu primário e “sem maus antecedentes” e que “não coloca em risco a aplicação da lei penal [cumprimento de medidas cautelares] a que porventura for imposta, eis que tem residência fixa no distrito da culpa (…) e também tem emprego, sendo 1º tenente do exército brasileiro, lotado no 4º Batalhão de Aviação do Exército”.

E justifica ainda que a fatalidade com Fernanda e o estado grave de Edney só foi possível porque eles “foram arremessados para fora do carro pois estavam sem o uso do cinto de segurança”.

 

Leia Também