Menina de 12 anos, irmã de garotinha de 6 morta em explosão de botija de gás, morre em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A segunda vítima da explosão de uma botija de gás ocorrida no dia 21 de dezembro do ano passado, a estudante Ariane Teixeira Sousa, de 12 anos, morreu neste domingo (15). No dia do acidente, a irmã dela, Ester Teixeira de Sousa, de 6 anos, morreu na hora carbonizada.

A explosão ocorreu na casa da família, na rua B, na comunidade Santa Inês, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. A mãe estava com as duas filhas na residência e fazia o almoço.

O fogo destruiu toda a casa da família e os vizinhos relataram que chegaram a sentir um forte cheiro de gás momentos antes. Ester era uma criança deficiente e não conseguiu escapar a tempo.

As vítimas foram socorridas por moradores da região que arrombaram a porta e ajudaram a retirar elas da residência.

A mãe das vítimas, Márcia Teixeira da Silva, 43, Ariane Teixeira, e a irmã Juliana Teixeira Sousa, 14, foram levadas ao Hospital e Pronto e Socorro Platão Araújo, na Zona Leste.

Márcia e foi transferida para o Centro de Tratamento de Queimados (CTA) do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus e as filhas ao Pronto-Socorro da Criança, mas a de 12 não resistiu.

O corpo aguardava a remoção para o Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, Zona Norte.

Leia Também