‘Minha filha tá morta lá dentro’, diz mãe de menina especial que morreu em explosão em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Esther Teixeira de Souza, de 6 anos, morreu no início da tarde desta quarta-feira (21), ao ser atingida por uma explosão causada por um vazamento de gás na botija do fogão da casa onde morava na Rua B, Comunidade Santa Inês, Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. A criança era especial e estava deitada quando o sinistro aconteceu.

A mãe da vítima, Marcia Teixeira da Silva, de 43 anos, e as outras duas filhas, Juliana Teixeira de Souza, de 14 anos e Ariane Teixeira de Souza, de 12 anos, ficaram feridas e foram levadas para o hospital.

Vizinhos da família informaram que a matriarca foi preparar uma comida e acendeu uma das bocas do fogão, mas todas as bocas acenderam de uma vez, quando aconteceu a explosão.  A vítima contou a situação aos vizinhos antes de ser levado para o hospital.

Segundo uma das vizinhas, ela estava sentindo o cheiro do gás desde o dia anterior. Outros moradores da área também sentiram o cheiro. Depois da explosão, eles mesmos arrombaram a casa e regataram as vítimas.

“Quando meu marido conseguiu arrombar a porta, a pele delas já estava saindo. A mãe falou: “A minha filha tá morta lá dentro”, declarou a vizinha, que informou que a menina estava deitada em uma cama.

Uma perícia foi até o local para analisar a situação do incêndio. O corpo da menina foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

O Corpo de Bombeiros (CBMAM) foi acionado, ao chegar no local se depararam apenas com botija  em chamas. O órgão confirmou que Esther morreu carbonizada. Ariane Teixeira de Souza, de 12 anos, uma das vítimas, se encontra em estado grave na unidade hospitalar.

Leia Também