Juiz baixa fiança de motorista de BMW que causou morte de jovem em Manaus e ele já está solto

Facebook
Twitter
WhatsApp

MANAUS – Após alegar que não tinha como pagar R$ 20 mil de fiança, o 1º tenente do Exército Brasileiro, Yan Danrlei Ferreira Rozedo, 28, foi solto, menos de 48 horas após avançar o sinal vermelho na avenida Getúlio Vargas com sua BMW, acertar um Ford KA de aplicativo e causar a morte da jovem Fernanda Rodrigues Pinheiro, de 18 anos, e deixar o motorista Edney Frankiln em coma.

Lotado no 4º Batalhão de Aviação do Exército, Yan Danrlei vai responder por homicídio culposo e lesão culposa. A decisão de soltar o tenente foi do juiz plantonista Juiz Fábio César Olintho de Souza.

O advogado do tenente,  Roberto Jeferson Romano, alega que as vítimas estavam sem cinto, que o cliente passou no teste do bafômetro e tem bons antecedentes. Conseguiu baixar a fiança para R$ 7 mil, que foi paga, e ele solto.

“Havia uma (fiança) estipulada pelo delegado de R$ 20 mil, mas baixei para R$ 7 mil em virtude do advogado de defesa ter juntado os contracheques de Yan, comprovando o soldo líquido de R$ 9 mil, provando que ele não teria condições de pagar a fiança estipulada pelo delegado”, explica o juiz.

De acordo com o Código de Trânsito no artigo 302, homicídio culposo dá no máximo quatro anos de prisão.

 

ADVERTISEMENT

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!