Homem tem pescoço atravessado por tridente após discussão e sobrevive: ‘nem doeu’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um indiano de 33 anos chamado Bhaskar Ram teve de ser submetido a uma cirurgia de emergência depois que ficou com um tridente de 150 anos fincado em seu pescoço. O caso aconteceu no último dia 27 de novembro.

Bhaskar teria discutido com dois colegas de trabalho antes de acabar perfurado pelo objeto.

Após o incidente, ele viajou cerca de 65 quilômetros com o tridente preso ao seu pescoço para receber atendimento médico.

O que mais surpreendeu os médicos é que o indiano declarou não sentir dor.

O objeto estava preservado em um altar religioso por várias gerações em sua casa e, de acordo com familiares de Ram,  teria um século e meio de existência.

“Em meus 18 anos de carreira, eu nunca tinha testemunhado um incidente tão horrível. Surpreendentemente, quando examinei o paciente, descobri que todos os parâmetros do corpo estavam normais, sem dor e quase sem sangramento das áreas empaladas. Ele até conseguiu falar”, declarou Pranabashish Banerjee, médico e professor do NRS, ao Daily Mail.

Segundo a direção do hospital, o paciente se recupera bem e deve receber alta em breve. Não se sabe o motivo exato da briga que resultou no ferimento assustador.

A vítima afirmou que esse ferimento aí nem doeu

Leia Também