Homem que matou comerciante por se negar a vender fiado já tinha passagem por latrocínio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Se entregou na tarde desta quinta-feira (15), mais de 10 dias depois, Elissandro Gonçalves de Souza, de 41 anos. Ele é suspeito de matar com golpes de arma branca o comerciante Marcos Silva Cardoso, de 31 anos, que se recusou a vender “fiado” para ele. O crime ocorreu em 4 de setembro, no beco Santa Rita, bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.

A Polícia Civil do Amazonas tinha um mandado de prisão temporária em nome de Elissandro e ele foi preso. À polícia, o homem disse que foi tomar satisfações com a vítima após a mesma destratar a mãe dele. Segundo Elissandro, Marcos a tratou mal e gritou porque ela foi tentar comprar bebida no fiado no estabelecimento dele.

De acordo com a polícia, a versão não procede, já que testemunhas dizem que Elissandro já chegou com a faca e partindo para cima da vítima, que não conseguiu se defender.

A vítima foi morta com vários golpes de arma branca. O suspeito e a vítima eram vizinhos.

A prisão de Elissandro foi realizada na sede da unidade especializada, após ele ser apresentar com um advogado. Ele tem passagem por crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

Leia Também