Faxineira trans é espancada por grupo de homens após ser chamada de ‘aberração’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma mulher trans foi espancada por um grupo de homens, em Belo Horizonte, no momento em que saía do trabalho, no dia 16 de dezembro. As informações são do UOL.

A vítima trabalha como faxineira e tinha acabado de sair da casa de uma cliente, quando passou pela praça em que estavam os agressores.

A advogada da vítima disse que sua cliente é quase que diariamente “vítima de preconceito e transfobia”.

“Ela voltava do trabalho quando começou a ouvir que ela tem que morrer, que é uma aberração da natureza”, disse a advogada em entrevista ao site.

A Polícia Civil confirmou “que instaurou inquérito policial e diligências estão em andamento para apuração dos fatos”, e conta com vídeos gravados por testemunhas que estavam no local para identificar os agressores.

 

 

Leia Também