Professores da rede estadual em Parintins vencem prêmio de educação empreendedora do Sebrae

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Os educadores realizaram os projetos com itens regionais. e todas as ideias são voltadas para o auxílio da população.

A professora Aldemira Jacaúna e o professor João Bosco Batista, da Escola de Tempo Integral (EETI) Brandão de Amorim, em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), conquistaram o primeiro e o segundo lugar na segunda edição do Prêmio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), na categoria de Educação Empreendedora 2021. A cerimônia de premiação ocorreu na quinta-feira (24/02), na sede do Sebrae, no Centro de Manaus.

Incentivados pela Secretaria de Educação, os educadores realizaram os projetos com itens regionais. As ideias são voltadas para o auxílio da população.

Os educadores conquistaram os troféus de ouro e prata na categoria Ensino Médio. As iniciativas foram executadas com estudantes da 2ª e 3ª série do Ensino Médio, estimulando o conhecimento e habilidades dos estudantes da rede estadual, com o objetivo de prepará-los para a realidade e os desafios do mercado de trabalho.

A professora de Ciências da Natureza, Aldemira Jacaúna, recebeu o prêmio de ouro com seu projeto “Produção de um adesivo natural de breu-branco”. Ela agradeceu pelo apoio que recebeu da escola e do Governo do Estado, além de reforçar como o projeto pode ajudar a comunidade.

O professor João Bosco Batista conquistou a prata com o seu projeto “Produção de refrigerante utilizando o fruto araçá-boi/Refrut”. O educador diz que o incentivo ao olhar local, o uso dos materiais regionais e a potencialidade disso é muito importante para a população.

“Estamos muito felizes com o resultado, nosso esforço foi reconhecido. E relacionar a teoria com a prática foi muito estimulante para os alunos, usar os materiais regionais como o breu e a fruta do araçá-boi é importante, traz destaque para a região e a comunidade, além de mostrar como podemos usar do que temos para empreender”, comenta João.

Apoio

O coordenador regional de Educação de Parintins, professor João Ribeiro Costa, parabenizou os professores premiados, juntamente com os alunos envolvidos. Ele destaca a importância do desenvolvimento de projetos criativos, o incentivo aos profissionais e o estímulo à formação dos alunos para o mercado de trabalho.

“É gratificante poder auxiliar projetos que potencializam o protagonismo estudantil, focam nas práticas educativas empreendedoras, além de desenvolverem habilidades e competências essenciais para a sustentabilidade da vida humana”, diz o coordenador.

O coordenador também enfatiza a dedicação e o trabalho conjunto na escola, desde os pedagogos aos gestores, para o empenho e dedicação na realização do projeto, a fim de melhorar cada vez mais o resultado acadêmico discente e a gestão de resultados.

Educação Empreendedora

Desde 2021, o Governo do Amazonas, em parceria com a Sebrae, está desenvolvendo o projeto “Educação Empreendedora”, voltado aos alunos do Ensino Médio, em alinhamento aos pressupostos do Novo Ensino Médio e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A iniciativa, que ainda está na primeira fase, busca desenvolver habilidades e competências para pensar negócios e desenvolvê-los sob o prisma das ciências que norteiam as iniciativas empreendedoras.   

Desde 2013, o prêmio do Sebrae tem como objetivo reconhecer e valorizar o trabalho de professores que tenham implementado práticas, cursos e projetos de educação empreendedora no currículo escolar, que promovam o protagonismo, a criatividade e a inovação nas práticas pedagógicas nas instituições de ensino em que atuam.

Leia Também

error: Conteúdo protegido contra cópia!