Triplo homicídio: Duas mulheres e um homem são executados dentro de carro, no Cidade de Deus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O crime foi presenciado pelo filho de uma das vitimas, uma criança de apenas 5 anos de idade

Um crime bárbaro ocorreu na tarde desta quarta-feira (15), no bairro Cidade de Deus, zona Norte da capital. Um triplo homicídio, que vitimou duas mulheres, identificadas como Ana Paula Costa de Oliveira e Ducineide dos Santos Lopes, além um homem, Júlio Cezar Lunier Ferreira. O crime ocorreu na rua Carlos Souza, da comunidade Alfredo Nascimento, naquele bairro.

As vítimas estavam dentro de um veículo modelo Fiat Uno. Dentro do automóvel também estava uma criança de apenas 5 anos de idade, que era filha de uma das mulheres assassinadas. A criança presenciou todo crime e não foi atingida pelos tiros.

De acordo com a polícia, informações foram repassadas dando conta de que um homem que era conhecido de uma das vítimas teria tentado pegar a bolsa dela. Ao não conseguir, este suspeito teria atirado contra todos que estavam no carro.

Após fazer os disparos, o suspeito fugiu do local a pé. Após a chegada da polícia no local, o Conselho Tutelar também foi acionado para ficar com a criança até que os familiares dela fossem localizados.

A Polícia Civil irá investigar o crime, que apesar de ter sido descrito como um possível latrocínio, também pode ter ligação ao crime organizado, já que dois dos mortos tinham passagem pela polícia: Ana Paula já havia sido presa por tráfico de drogas, e Julio Cezar, por formação de quadrilha.

Os três corpos foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML).

Cena do crime

O veículo estava parado quando os ocupantes foram alvejados. Dois deles, Julio Cezar e Ducineide morreram dentro do carro. Já Ana Paula ainda tentou fugir, mas foi baleada na cabeça e nas costas e morreu a cerca de 50 metros do local onde o carro estava.

O criminoso, segundo as testemunhas, chegou ao local dentro do carro junto com as vítimas. Ele teria esperado o motorista (Julio Cezar) estacionar e em seguida efetuou os disparos.

Depois de se certificar que todos estavam mortos, o suspeito fugiu a pé.

Leia Também