Mulher é encontrada morta após sair para visitar o filho em presídio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

ESPÍRITO SANTO| Neste sábado (22), o corpo da dona de casa Junia Souza Damasceno, de 52 anos, que saiu no último dia 13 de maio para visitar o filho no Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha, no Espírito Santo, foi encontrado em um matagal nas proximidades do presídio.

O cadáver estava em avançado estado de decomposição e sem algumas peças de roupas. A suspeita é de que o corpo seja da dona de casa e que ela tenha sido estuprada antes de ser morta. 

A filha de Junia, Thaís Damasceno esteve no Instituo Médico Legal (IML) do município para fazer o reconhecimento. Embora tenha tido dificultado pelo estado de decomposição do corpo, a jovem acredita que seja o corpo da mãe, por conta das peças de roupas encontradas no local serem idênticas a de Junia. Muito emocionada, Thays contou que tinha esperança em localizar a mãe viva.

“Não vou poder dar mais um abraço na minha mãe. Eu não sei nem explicar o que estou sentindo. Além de mãe, ela era minha melhor amiga. Ela esteve comigo nos meus piores momentos. Foi ela que cuidou de mim. Nas dificuldades ela foi me levantar”, disse.

Ela contou também que ainda foi até o presídio para saber se a mãe esteve no local no dia da visita. O papel de assinatura estava em branco e o irmão, que está preso, afirmou que não encontrou com a mãe. 

As causas da morte da dona de casa ainda são desconhecidas e o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), do município.

Leia Também