Em Manaus, empresa de ônibus é vendida e funcionários são impedidos de trabalhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Colaboradores da empresa de ônibus Açaí Transportes Coletivos foram surpreendidos na manhã desta quinta-feira (8) ao chegarem na sede da empresa, que fica na avenida Comendador José Cruz, bairro Lago Azul, na zona Norte de Manaus, para trabalhar. Eles foram impedidos de entrarem no local após receberem a informação de que a mesma havia sido vendida.

Na manhã de hoje motoristas e cobradores fizeram uma manifestação em frente ao prédio e reividicaram o ddireito de exercer suas funções. Eles foram acompanhados pelo presidente do Sindicato dos Rodoviários, Ginancir Oliveira. De acordo com ele, uma paralização está prevista para acontecer nesta sexta-feira (9), em toda cidade de Manaus.

Segundo sindicalista, a venda ocorreu de forma “escondida”, o que gerou revolta por parte dos trabalhadores. Ele disse que aguarda um posicionamento do prefeito David Almeida. “Estamos confiando em Deus e no prefeito David Almeida. Esperamos que até as 17h isso seja resolvido, caso contrário, vamos paralisar tudo”, finalizou.

Policiais Militares da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), foram acionados para manter a ordem no local.

A Polícia Militar foi acionada para manter a ordem no local – Foto: Reprodução

Leia Também