Policial civil é investigado suspeito de matar cachorro de artista circense

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um policial civil é suspeito de ter matado a tiros uma cadela de um artista circense na Praça da Bandeira, no Centro do Rio de Janeiro. O crime ocorreu nessa segunda-feira (19).

Segundo o malabarista colombiano Fabian Sanchez, que era o dono do cachorro, ele estava com amigos próximo ao local onde fazem apresentação, quando o policial abordou a todos. Durante a abordagem o policial teria se alterado e atirado contra a cadela, que se chamava Malu. Em seguida, segundo testemunhas, o policial teria ainda atirado para o alto. Malu morreu na hora.

Na delegacia o suspeito disse ter sido atacado pelo animal e que atirou acidentalmente, porém, o dono da cadela disse que a mesma era acostumada a lidar com o público e que nunca atacou ninguém.

Em nota, a Polícia Civil informou que a Corregedoria da corporação irá apurar o caso com rigor.

Leia Também