Pesquisadores da UnB estudam remédio contra AIDS no combate à Covid-19

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

BRASIL – Pesquisas promovidas pela Universidade de Brasília (UnB) dão uma nova esperança aos mundo na luta contra a Covid. Um artigo publicado no Journal Brazilian Chemical Society, da Sociedade Brasileira de Química, aponta que o atazanavir pode ser eficiente contra o coronavírus. O remédio é usado contra a AIDS.

Os estudos ainda são preliminares, mas promissores. Sob direção do professor Joabe Araújo, mestrando no Programa de Pós-Graduação em Nanociência e Nanobiotecnologia (PPGNano) da UnB, os resultados animaram os cientistas.

Os estudos estão na fase clínica e tem o apoio da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e do Departamento de Pesquisa de Recursos Naturais do Governo do Canadá (Natural Resources Canada, no original em inglês).

O remédio inibe a proteína 3CLpro, responsável por permitir a reprodução do coronavírus. Os pesquisadores adotaram métodos da química computacional, com avaliações in silico — feitas por meio de simulação em computador — a partir das técnicas de docking (encaixe, em tradução livre) molecular.

A pesquisa continua até que possa ser feito teste em humanos.

Leia Também