Dono de motel mata funcionário após descobrir traição da esposa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um funcionário de motel no interior de São Paulo foi assassinado a tiros pelo próprio patrão na manhã do último dia 31 de outubro. O caso foi divulgado somente na quinta-feira (11).

A vítima estava chegando para trabalhar quando foi atingido pelas costas com três tiros. De acordo com a Polícia Civil de São Paulo, o dono do estabelecimento é um coronel da Polícia Militar aposentado e o crime teria sido motivado pela descoberta de uma traição..

Segundo as investigações, a vítima, Daniel Ricardo da Silva trabalhava como ajudante e morava em um cômodo nos fundos do motel, na cidade de Marília.

Na última quinta-feira (4), o policial aposentado foi preso temporariamente após se apresentar na delegacia e confessar a autoria do crime. Em seu depoimento, ele disse que os disparos foram efetuados em legítima defesa.

O suspeito contou que ao descobrir a traição, tentou conversar com a vítima, que teria sacado uma arma contra ele. Ele então teve a reação de disparar contra o funcionário antes que ele pudesse apertar o gatilho.

“A arma do crime ainda não foi localizada e o coronel alega que a deixou no local. Ao lado do corpo havia uma arma da PM, mas que é da esposa do suspeito, também policial militar. No entanto, nada indica que essa arma foi ou estivesse sendo utilizada pela vítima”, explica o delegado.

As investigações do caso ainda estão em andamento.

Leia Também