Documentos indicam participação do deputado Fausto Jr em esquema de lavagem de dinheiro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Documentos oficiais revelados nesta sexta-feira (16) comprovam as denúncias feitas pelo senador Omar Aziz (PSD) de que o deputado Fausto Júnior (MDB) comprou um imóvel que vale mais de um milhão de reais pela metade do preço em Manaus. Os documentos mostram um esquema que indica possível  lavagem de dinheiro por parte do parlamentar, que é acusado pelo senador, junto com a mãe, a conselheira do TCE, Yara Lins, de enriquecimento ilícito.

O imóvel no badalado condomínio Ephigênio Salles, em Manaus, é incompatível com a renda do parlamentar, que recebe pouco mais de R$ 20 mil como deputado. Na CPI, Fausto disse que não comentaria “assuntos pessoais.”

Omar apresentou denúncia na PF, PGR, CGU e Receita Federal contra Yara e Fausto. Um terreno comprado pela irmã dele, Tereza Raquel Rodrigues Baima Rebelo de Souza, no valor de R$ 1,5 milhão, também faz parte da denúncia. Na CPI Omar questionou a ligação da família com empresas, mas Fausto não respondeu.

O imóvel está no nome Fabian Pinheiro de Souza, ex-marido de Teresa, numa trama que agora caberá às autoridades descobrir até onde vão as tretas da família do parlamentar apresentadas por Omar Aziz para todo o Brasil.

Leia Também