Vítima diz que antes de ser esfaqueada na Fametro suspeito disse: ‘Tenho uma surpresa pra ti’; prisão foi decretada

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Em depoimento à polícia, a assistente de biblioteca da Fametro, de 39 anos, que levou 10 pontos no pescoço ao ser esfaqueada pelo colega de trabalho, Elias Eduardo Antunes, de 23 anos, disse que estava conversando normalmente com o suspeito quando ele colocou a faca em seu pescoço e disse: “Tenho uma surpresa pra ti”. A tentativa de homicídio ocorreu no último sábado (17), na universidade, e nesta terça-feira (20) a prisão preventiva do homem foi decretada.

O jovem, no entanto, ficará no hospital psiquiátrico de custódia do estado, para que seja apurado o estado de saúde mental dele. Ele estava hospitalizado no Centro de Saúde Mental do Amazonas, na Zona Oeste de Manaus, desde o ocorrido. Segundo a polícia, Elias apresentava sinais de surto, falava que via pessoas que não estavam dentro da sala, dizia palavras desconexas e ainda tentou o suicídio após o crime, ao tentar se jogar da janela de uma sala da faculdade.

O médico que atendeu Elias na clínica pública disse que ele chegou ao local com “comportamento suicida” e “heteroagressividade”, que são comportamentos agressivos dirigidos a outras pessoas. Quando foi prestar depoimento na delegacia, o quadro dele era “estável”, sem sinais de agressividade ou pensamento suicida, nem de psicose.

No entanto, preferiu ficar calado quando foi questionado sobre o crime. Em decisão, na audiência de custódia, a juíza Careen Fernandes, da Comarca de Manaus, decidiu pela conversão da custódia administrativa de Elias em prisão preventiva enquanto o crime de tentativa de homicídio é apurado.

O caso

O crime ocorreu por volta das 10h20 de sábado, na Fametro da Constantino Nery, Chapada. Ambos são funcionários da faculdade, que realizava aulas naquele dia e gerou pânico entre os estudantes.

Logo após esfaquear a assistente de biblioteca, Elias saiu andando pela universidade e depois foi encontrado na janela, onde tentou se jogar. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a Polícia Militar quando chegou ao local viu que a vítima já estava sendo atendida.

Ela foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul. Elias foi detido e levado diretamente ao Centro de Saúde Mental do Amazonas.

Leia Também