Vítima de motorista de app estuprador revela terror em Manaus: ‘passava a mão e dizia “te acalma”‘

Facebook
Twitter
WhatsApp

Novas revelações foram feitas por uma das vítimas do motorista Marcelo Gustavo Lima da Silva, procurado em Manaus por estuprar passageiras que solicitavam corridas pela InDrive. Nesta quinta-feira, Ingrid Tavares disse na Assembleia Legislativa do Amazonas o que passou na mão dele.

ADVERTISEMENT

“Quando eu entrei no carro, em questão de minutos ele entrou em uma rua vazia, disse que precisava ver um problema no carro, se abaixou e veio com uma faca enorme para o banco de trás. Ele passava a mão na minha perna e falava ‘te acalma’”.]

A Polícia Civil disse que está à procura dele. O aplicativo afirma ter bloqueado o suspeito para novas corridas. Ao todo são seis vítimas.  “Levo um sentimento de culpa, de injustiça, com medo de sair de casa, ando agora apenas de carona com conhecidos. Mas agora me sinto um pouco aliviada porque tenho recebido apoio de muitas mulheres, estou conseguindo ser a porta-voz de todas as vítimas e ajudar a prender este doente que esta à solta”, afirma Ingrid.

Ela conseguiu escapar dizendo que ia vomitar. “Recebi a mensagem de uma moça que pediu para eu contar o caso dela, porque a mulher quando passa por isso sente vergonha, culpa e, assim como ela não teve coragem, estou aqui para falar por ela e por outras vítimas. Ela solicitou a corrida na quinta-feira (14), às 20h e ele pediu para que ela sentasse no banco da frente. Depois, tirou a faca de um pano, assim como foi comigo. Ele levou-a à Marina do Davi e estuprou-a lá. Assim que efetuou o ato, ele pegou uma Bíblia e começou a ler para ela, simples assim”, revela.

 

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!