Vídeo: Mesmo inconsciente, universitário consegue realizar o desejo e se forma em hospital

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Mesmo acamado e insconsciente, o universário Geovane Fereira da Silva, de 27 anos, conseguiu participar de uma cerimônia especial, no hospital, e se formou em licenciatura de Ciências Biológicas pela UFMA (Universidade Federal do Maranhão). Antes de saber da gravidade da doença, suspeita de ser encefalite necrotizante (inflamação do cérebro), ele pediu para realizar esse desejo.

A colação de grau aconteceu nesta quarta-feira (11) com a família do jovem, que leu o juramento do, agora, biólogo. Atualmente, Geovane está entubado, inconsciente e não reage a nenhum estímulo, não se movimenta e nem se comunica, com sequelas que são irreversíveis. Mas, apesar de tudo isso, a professora Fernanda Rodrigues Fernandes, que deu aula para o formado durante a época da universidade, resolveu colocá-lo para colar grau com os outros colegas de curso.

“O Geovane é uma pessoa de coração enorme. Quando eu vim transferida, em 2019, ele cursou uma disciplina comigo e ao final da disciplina ele me mandou uma mensagem muito linda reconhecendo e agradecendo o meu trabalho. Esse é o Geovane, essa pessoa de coração bom, um aluno estudioso e muito querido no curso de Biologia”, disse a professora.

O rapaz começou a ter sintomas do problema em novembro do ano passado. Com formigamento nas pernas e pés, além de confusão mental, foi para uma UPA da cidade. Lá, fez uma tomografia que mostrou uma hemorragia cerebral e, em menos de 24 horas, ele perdeu os movimentos e o estado de saúde piorou.

Agora, o jovem vai voltar para a cidade natal, Hortolândia, já que os custos da família viajando para o Maranhão para cuidá-lo ficaram inviáveis. “Por conta do trabalho é impossível ficar no estado com ele em tempo integral e por período indeterminado. Em Hortolândia poderei dar todo apoio e suporte para meu irmão no que ele precisar”, explicou a irmã do jovem, Vera Silva.

 

 

Leia Também