Vídeo: Jogadoras de futsal ficam desoladas ao descobrirem ao vivo que colega morreu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um momento de comemoração terminou em muitos choros de tristeza após as jogadoras de futsal do Taboão da Serra (SP) descobrirem a morte da colega de time, Pietra Medeiros, de apenas 20 anos. Ela estava internada com hepatite autoimune.

O jogo aconteceu em Chapecó, na última sexta-feira (19) e Gi Portes, uma das integrantes, tinhha acabado de iniciar uma entrevista ao vivo quando foi avisada da morte da atleta. O repórter também não sabia.

Gi estava feliz falando da vitória, quando recebe a informação e interrompe a entrevista. Ela se senta no chão e todo o grupo fica desolado, com todas as jovens chorando e lamentando a morte da colega e amiga.

Pietra estava internada em estado grave desde o início do mês após diagnóstico de hepatite autoimune. Ela chegou a fazer um transplante de fígado, mas não resistiu.

A hepatite autoimune pode ocorrer em qualquer idade, mas segundo o Instituto Brasileiro do Fígado (IBRAFIG), ela atinge com mais frequência mulheres na faixa dos 30 anos.

Leia Também