Vídeo: deputada trans rebate deputado da peruca acusado de transfobia: ‘beijinho, fascista’

Facebook
Twitter
WhatsApp

A deputada federal Duda Salabert (PDT-MG) rebateu o deputado federal Nikolas Ferreira, que na última quarta-feira, 8, Dia das Mulheres, subiu ao plenário da Câmara de peruca para dizer que homens que se sentem mulheres estão ocupando o lugar delas.

Além de pedir no Conselho de Ética a cassação do parlamentar, ela fez um discurso contra o que chama de “ódio” e foi além  “Dificilmente uma travesti é morta com um tiro só no Brasil, só com uma facada. É crime de ódio, e é essa estrutura de ódio que nos exclui do mercado formal de trabalho, já que 90% das travestis estão na prostituição, é essa estrutura de ódio que nos exclui da sala de aula, porque 91% das travestis e transexuais não concluíram o ensino médio, é essa estrutura de ódio que nos exclui do espaço político”, disse a deputada.

Duda Salabert fez questão de reafirmar que o ódio do deputado Nikolas Ferreira não foi capaz de parar a sua trajetória. “O seu ódio não foi capaz de frear que a deputada federal mais votada de Minas é uma travesti (…) Então, o ódio de vocês, beijinho. Sigamos com muito amor e poesia”, completou.

Leia Também