Vice de Amazonino é investigado por aluguel suspeito de prédio para a Semed

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O candidato a vice governador do Amazonas na chapa de Amazonino Mendes (Cidadania) responde há mais de 3 anos por suspeita de improbidade administrativa. Humberto Michiles assinou contrato em 2018 para aluguel de prédio da Semed por R$ 915 mil e chamou a atenção do MP.

O contrato beneficiou Antônio Ordival. Ele existia desde 2014 e sempre era aditivado. Para o MP o acordo levanta suspeitas de irregularidades. (Veja os documentos no fim da matéria.)

Michiles não comenta as investigações e no MP não há informações públicas sobre o andamento do processo.

Leia Também