Vereador de Manaus quer impedir entrada de jovens da periferia nos shoppings

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Sob o pretexto de proteger a população o vereador Dione Carvalho (Patriota) lançou uma proposta polêmica nesta quarta-feira (10). Quer disciplinar a entrada das pessoas nos shoppings de Manaus, mesmo sendo o local um empreendimento comercial aberto ao público. Segundo ele, nem todos os amazonenses são dignos de entrar nesses lugares.

O parlamentar sugere que galeras entram nos shoppings para promover violência. Sem apresentar nenhum projeto para ocupar os jovens da periferia, ele promete apresentar uma Lei para evitar que essas pessoas entrem nos shoppings e deixem os privilegiados em paz.

A fala foi feita na Câmara Municipal de Manaus (CMM). “A insegurança que nós temos dentro e fora dos shoppings me preocupa. Hoje, os shoppings são sinônimo de insegurança. Quando vamos ao shopping, pensamos em mais segurança, conforto e tranquilidade, mas, infelizmente, isso não acontece. Alguém pede alguma coisa e se não der, é xingado. Ainda tem ‘encontro de galeras’ e brigas dentro de shopping. Estou vendo que os órgãos de Segurança não estão fazendo nada para, ao menos, transmitir uma sensação de segurança. Não temos segurança nem fora e nem dentro”, comentou Dione Carvalho, sem considerar o fato de que pessoas podem estar pedindo ajuda por falta de segurança alimentar e emprego.

De acordo com Carvalho, a medida é um pedido dos lojistas, que já contam com segurança privada nos shoppings. “O nível de segurança está muito baixo. Dei entrada nesse protocolo pedindo explicações, para entendermos e, em cima da problemática, definirmos estratégias para criação do Projeto de Lei. Estou juntando provas, evidências e os fatos ocorridos para chamar os órgãos de controle. Porque, do contrário, não será vantajoso ir ao shopping, disse o parlamentar.

Leia Também