Vacina ou travessuras? Agentes de saúde apostam na irreverência para chamar atenção para vacinação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
A proposta foi desenvolvida por servidores da Semsa para estimular a vacinação de forma divertida e lúdica.

Quem foi ao ponto estratégico de vacinação contra a Covid-19, da Prefeitura de Manaus, que funciona no Shopping Phelipe Daou, localizado no bairro Cidade de Deus, na zona Norte, nesse sábado (30), foi recepcionado por bruxas, fantasmas, bonecos, palhaços e outros personagens ligados à temática do Dia das Bruxas. A proposta foi desenvolvida por servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para estimular a vacinação de forma divertida e lúdica.

A estratégia deu certo e muita gente fez questão de se proteger contra o novo coronavírus, segundo a coordenadora da vacinação do Shopping Phelipe Daou, Neirian Santos. “Estamos muito felizes com esse resultado. Algumas pessoas ainda estão temerosas, e a brincadeira ajuda a quebrar essa resistência”, afirmou.

Neiriam explicou que a equipe que trabalha naquele ponto de vacinação é formada por muitos jovens e todos abraçaram a ideia de decorar o espaço e se vestir como personagens de filmes de terror como forma de atrair o público para a vacinação.

“A ideia foi proposta pela nossa colega Gláucia, que produziu enfeites para a ornamentação. Todos gostaram e fizeram questão de se fantasiar para chamar a atenção do público para tomar a vacina. E deu muito certo, porque foi inesperado e, ao mesmo tempo, divertido tanto para nós, quanto para o público. Muita gente veio se vacinar, o que demonstra que nossa estratégia deu certo”, comemorou.

A técnica Márcia Costa, que atua como voluntária, contou que a reação das pessoas ao ver vacinadores e os demais técnicos vestidos como Chucky , Penywise, Coringa – dos filmes “Brinquedo Assassino”, “It, a Coisa” e “Batman”, respectivamente – e outros personagens famosos por dar sustos no cinema, foi muito divertida e também recompensadora.

“As pessoas começavam a rir, e muita gente veio se vacinar, porque queria se divertir um pouco. Acho que essas brincadeiras ajudam a gente a amenizar esse sofrimento que a pandemia trouxe para todos nós”, disse.

O serralheiro Oswaldo Santos afirmou que a decoração e a caracterização da equipe chamaram sua atenção e sua resistência à vacina foi vencida. “Eu te confesso que estava meio confuso, minha primeira dose estava em atraso, mas percebi que eles (a equipe) estão se esforçando para vacinar a gente, e pensei: ‘então, tem que se vacinar, né!’ e tomei logo a vacina”, explicou.

O tema fez sucesso entre as pessoas que procuraram o posta para se vacinar nesse sábado – Foto: Camila Batista/ Semsa

Na segunda e terça-feira, dias 1º e 2 de novembro, não haverá vacinação por causa do ponto facultativo relativo ao Dia do Servidor e do feriado de Dia de Finados. O atendimento nos pontos de vacinação será retomado na próxima quarta-feira, 3/11.

Leia Também