Profissionais da saúde poderão receber dose de reforço contra Covid-19, diz Queiroga

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O anúncio foi feio pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta sexta-feira (24)

O tão esperado anúncio da inclusão da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para profissionais da saúde foi feito nesta sexta-feira (24), pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A terceira dose deve ser aplicada a partir de seis meses de imunização completa dessas pessoas.

“Acabamos de aprovar a dose de reforço para profissionais de saúde, preferencialmente com a Pfizer, a partir de seis meses após a imunização completa. Essa já é a maior campanha de vacinação da história do Brasil”, postou em suas redes sociais. Queiroga testou positivo para a Covid-19, nos Estados Unidos, e permanece do país em quarentena.

A orientação até então era apenas para idosos com idade acima de 70 anos e imunossuprimidos (pessoas transplantadas, com câncer e outros tipos de doenças graves). A orientação é que neste reforço seja usada vacina da Pfizer-BioNtech. Na falta dela, é recomendado o uso da AstraZeneca e/ou da Janssen.

A data para a aplicação desta dose reforço ainda não foi anunciada pelo Ministério da Saúde.

Leia Também