Neste sábado (2) prefeitura intensifica vacinação contra Covid-19; 209 mil estão com 2ª dose atrasada

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Hoje estão sendo oferecidas primeira, segunda e a dose de reforço para os grupos liberados em 39 postos de atendimento na cidade.

Neste sábado (2) a Prefeitura de Manaus realiza uma mobilização para a intensificação da segunda dose da vacina contra a Covid-19. Dados do Sistema Municipal de Vacinação (SMV) apontam que até esta sexta-feira (1º), mais de 209 mil pessoas já haviam passado dos intervalos para receber a segunda dose e concluir o esquema vacinal. Além da intensificação, também serão oferecidas a primeira dose e a dose de reforço para trabalhadores da saúde com 50 anos e mais e às pessoas de 60 anos e mais, além da dose adicional para pessoas com alto grau de imunossupressão.

Para receber essa demanda, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai disponibilizar 39 pontos de vacinação em toda a cidade, sendo seis estratégicos (Sambódromo, Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, Shopping Phelippe Daou, Studio 5 Centro de Convenções, Clube do Trabalhador do Sesi e Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou), que funcionarão das 9h às 18h. Mais 33 unidades de saúde atenderão no horário de 9h às 16h.

No caso da segunda dose, só é preciso apresentar o documento de identificação, o CPF e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose. Quem tiver perdido a carteirinha, pode comprovar pelo aplicativo ContecteSus, que pode ser instalado no celular.

Para agilizar o atendimento, a Semsa disponibiliza o “Filômetro”, no qual é possível verificar o movimento em cada um dos pontos de vacinação. A consulta pode ser feita no link bit.ly/filometrovacina.

Primeira dose

Os adolescentes de 12 a 17 anos que forem tomar a primeira dose, deverão estar acompanhados pelo pai, mãe, ou uma pessoa maior de 18 anos, que deverá assinar uma declaração de responsabilidade no verso da cópia do comprovante de residência. Também precisarão apresentar um documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS (CNS).

Quem tiver 18 anos ou mais, precisa levar o documento de identidade original, com foto, CPF e o comprovante de residência, com cópia.

Dose de reforço

A dose de reforço contra Covid está liberada para idosos de 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde de 45 anos ou mais e pessoas com alto grau de imunossupressão.

Para receber a dose de reforço, é necessário que o público tenha tomado as duas doses da vacina há, pelo menos, seis meses. A exceção é para os imunossuprimidos, que devem ter tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias.

Os trabalhadores da Saúde devem apresentar um documento de identificação original, com foto, CPF e a carteira de trabalho ou contracheque, que comprove vínculo com o estabelecimento de saúde.

Também será necessário levar a carteira de vacinação, com a comprovação das duas doses, ou o aplicativo ConecteSus, que pode ser instalado no celular.

Podem receber a dose de reforço pessoas que tenham imunodeficiência primária grave; as que estejam fazendo quimioterapia ou radioterapia para tratamento de câncer; os transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/Aids, independentemente do nível de contagem de célula T-CD4+; as que fazem uso de corticoides em doses igual ou maior que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por 14 dias ou mais; as que façam uso de drogas modificadoras da resposta imune; pacientes em hemodiálise; e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, autoinflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Para receber a terceira dose, é necessário apresentar um documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional do SUS e laudo, exame ou receita original e cópia, que ficará retida para controle.

Leia Também