Última do ano: Tacacá na Bossa encerra 16ª temporada com especial Beatles, hoje (16)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Tacacá na Bossa é conhecido pelos amazonenses por movimentar as noites no Largo de São Sebastião, no Centro, com shows gratuitos para todos os gostos. Nesta quarta-feira (16/11), sua 16ª temporada chega ao fim, com um especial recheado de sucessos dos Beatles, com a cantora Bella Queiroz e a banda cover Black Mersey, a partir das 18h30.

O projeto, que conta com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, retornou em maio deste ano, marcando a volta das atividades culturais no centro da cidade, após dois anos suspensas.

De acordo com o produtor do Projeto Tacacá na Bossa, Joaquim Rodrigues de Melo, a parceria com a Secretaria de Cultura foi fundamental para a longevidade do Tacacá na Bossa, que vem crescendo ao longo dos anos e se consolidou no calendário cultural da cidade.

“Com o apoio do órgão, conseguimos fazer a abertura da edição deste ano com um cantor de São Paulo, Renato Braz, que agradou muito o público presente”, conta. “Para os próximos anos, a ideia é abranger o maior número possível de artistas e variedade de ritmos, sem contudo, perder a qualidade que é a marca do Tacacá na Bossa!”, adianta o produtor.

Segundo Joaquim, a edição aconteceu em um formato diferente dos anos anteriores, mas que foi essencial para a retomada das atividades culturais do estado. “Foi um ano bom de retomada do Tacacá na Bossa e de outras atividades culturais”, relembra.

Destaques da temporada

Neste ano, entre os grandes sucessos de apresentações do Tacacá na Bossa, a programação teve a participação dos grupos regionais: Raízes Caboclas, Os Tucumanus, Casa de Caba, Jhonny Jack Mesclado, Alaídenegão, Cabocrioulo, além do Grupo Rimas e Bordões. Outros nomes de sucesso que passaram pelo projeto este ano são as artistas Lucilene Castro, Márcia Siqueira, o cantor Renato Braz, Chico da Silva, Junior Rodrigues, Cileno e entre outros.

Foto: Michael Dantas/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

Leia Também