Suspeito de matar grávida a facadas é gravado saindo de prédio; filha dela dormia em berço

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O homem suspeito de matar a facadas a grávida Sandra Maria Souza Silva, de 34 anos, é um colombiano identificado como Daniel Ospina Garcia, de 30 anos, que usava o nome falso de David Rodrigues. Um vídeo divulgado nesta segunda-feira (25) mostra o momento em que ele, que era namorado da mulher, entra e sai do prédio, em São Paulo, onde cometeu o crime.

A mulher foi encontrada morta ao lado da filha de 8 meses, que tinha marcas na coxa possivelmente por tentar sair do berço. No vídeo é possível ver Daniel chegando a um hall sozinho, às 19h38, e chamando o elevador. Em seguida, às 19h39, ele reaparece no local com várias sacolas nas mãos. Já às 21h47, em outro ponto do prédio, ele aparece descendo as escadas usando um boné e carregando malas. 

A polícia ainda não tem informações sobre o endereço do suspeito, mas há informações de locais onde ele já morou.

O ex-companheiro de Sandra e pai da criança de 8 meses prestou depoimento na madrugada desta segunda-feira (25/7) e foi liberado. A bebê de 8 meses, que estava desnutrida, recebeu alta nesta segunda-feira. Tanto o pai da criança quanto a família de Sandra querem ficar com a guarda.

Leia Também