Publicidade

Soldado da FAB morto com tiro na cabeça foi vítima de ‘brincadeira’ do colega

Facebook
Twitter
WhatsApp

O ex-soldado da Força Aérea Brasileira (FAB) Felipe de Carvalho Sales (foto à esquerda), condenado a seis anos de prisão por matar o também soldado Kauan Jesus da Cunha Duarte Lima com um tiro na cabeça, estava apenas brincado.

ADVERTISEMENT

Foi o que disseram os colegas no julgamento de ontem (22).  O Tribunal Militar da União, em Brasília, deu a sentença na frente da família dos envolvidos. O caso ocorreu ano passado.

O pai de Kauan lamentou e desabafou. A gente entende que a Força Aérea é responsável por tudo que aconteceu. […] O pai dele [Kauan] entregou ele vivo para o quartel. Devolveram o filho dele morto, dentro de um caixão, e falaram pra ele que ele não tem direito a nada, que procure a Justiça”, disse Wilson Ferreira Duarte.

O militar Kauan Jesus da Cunha Duarte foi morto com tiro na cabeça no prédio do Ministério da Defesa, em Brasília. Segundo colegas informaram que “era comum” Felipe de Carvalho Sales apontar a arma para a cabeça de outros soldados.

 

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!