Silas Câmara lidera lista de patrimônio declarado ao TSE, com mais de R$ 3 milhões

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Cumprindo a obrigação de declarar patrimônio ao TSE para poder participar das eleições, os sete deputados federais do Amazonas já protocolaram seus rendimentos e esperam julgamento para confirmar as candidaturas até o dia 15. Silas Câmara (Republicanos) é o mais afortunado, acumulando R$ 3,5 milhões, contra os R$ 2 milhões que tinha em 2018.

Em busca do sétimo mandato, o parlamentar líder da bancada evangélica, conta com os votos da igreja para seguir em Brasília. Ao todo, os deputados acumulam R$ 10,2 milhões em patrim6onio declarado na Justiça Eleitoral.

Os dados estão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na ferramenta DivulgaCandContas, sendo uma informação pública.

Dos deputados, somente Bosco Saraiva (SD) não virá para a reeleição.

PATRIMÔNIO

Átila Lins (PSD) vem em segundo lugar, com R$ 3,1 milhões declarados. Alberto Neto (PL) declarou R$ 312 mil e Delegado Pablo (UB) R$ 376 mil. Os dois bolsonaristas são parlamentares de primeiro mandato.

A lista segue com Marcelo Ramos (PSD) com R$ 1,1 milhão. O lulista foi vice-presidente da Câmara. Já Sidney Leite soma R$ 278,5 mil, e José Ricardo (PT) perdeu R$ 31,1 mil nos últimos quatro anos.

Leia Também