Professor de futebol suspeito de oferecer lanche para ficar com jogadores é preso novamente em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Após ter sido solto em audiência de custódia, o professor de escolinha de futebol, Pedro Sérgio Machado Ribeiro, de 57, foi preso novamente nesta quarta-feira (23), em Manaus. Ele é acusado de manter relações sexuais com menores que estavam treinando sob sua orientação.

Pedro foi preso no bairro São Lázaro, zona Sul de Manaus, escondido na casa de parentes. A delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), Joyce Coelho, disse que há mais denúncias contra o suspeito.

“Ele já estava em residência de familiares  que foi independente conseguimos cumprir o mandado. Com ele solto, sofrermos bastante prejuízos, por que as vítimas ficavam com medo e inclusive, muitas deixaram de comparecer à Delegacia ontem (22). Então essa prisão nos dá esperanças que essas vítimas tenham a coragem para realizar denúncia e assim, fecharmos o inquérito mais robusto”, disse a delegada.

Pedro oferecia lanche para as vítimas. “Ele identificava crianças que tinham interesse na prática do futebol e depois que ele tinha uma certa confiança da família, ele começava a realizar os convites para a sua casa. Ele prometia lanches, levava pra passear, e são crianças que não tinham condições financeiras para se locomover, e por ter a confiança da família, os pais acabavam deixando elas ficarem na casa dele”, explicou.

Ele vai responder agora por estupro de vulnerável, importunação sexual e favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou de vulnerável.

Pedro Sérgio Machado Ribeiro, 57, foi preso pela primeira vez no último domingo, em casa, na rua Frederico Guilherme, no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus. A polícia o flagrou com seis crianças, de idades entre 8 e 13 anos.

Leia Também