Professor da Semed morto no motel foi vítima de latrocínio no quarto

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Maurício da Silva Cruz, 18 anos, suspeito de assassinar o professor Mário Nunes de Moraes, foi preso na noite desta quinta-feira (28). De acordo com a polícia, ele foi morto durante um latrocínio de R$ 250.

A vítima teve um ferimento fatal na cabeça, no Motel Paris, no bairro Coroado, na zona Leste, onde chegou acompanhada de dois homens no último dia 21 de julho. Um deles, um adolescente, foi apreendido. Eles foram filmados pulando o muro do motel.

Segundo a delegada Débora Marreiros, Mário e os assassinos se conheceram na noite anterior, beberam e foram ao motel. Após sacar o dinheiro ele foi morto dentro do quarto.

“A partir do momento em que ele sai com o professor para sacar dinheiro, ele fica de olho na quantia e enquanto o professor está tomando banho, os dois resolvem então que vão tomar esse dinheiro. Eles combinam que quando a vítima voltar do banheiro, eles dariam um golpe mata-leão”, destaca a delegada.

“Deram esse mata-leão, desacordaram a vítima, mas quando estavam levando os pertences, a vítima acorda e entra em luta corporal, o que resulta na morte do professor”, explica a delegada.

Leia Também