Primo do goleiro Bruno ganha liberdade, decide roubar e acaba executado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O primo do goleiro Bruno Fernandes, Jorge Luiz Rosa, de 28 anos, foi morto na comunidade de São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Preso por tráfico de drogas, Jorge saiu da prisão há duas semanas. Ele foi morto por praticar furtos na área onde os traficantes não querem ver polícia.

“Aí o crime não perdoa. Roubou na favela e os caras bateram nele. Ele não resistiu e acabou morrendo em decorrência da agressão”, disse uma fonte ao portal carioca.

Jorge foi testumunha-chave no caso da morte de Eliza Samudio. Na época chamado de ‘o menor’, o primo de Bruno revelou detalhes do assassinato na época. No entanto, em entrevistas à mídia na época, o mesmo mudou a versão da história algumas vezes.

Leia Também