Preso pela polícia confessa que matou sobrinho de PM para ser batizado no PCC

Facebook
Twitter
WhatsApp

Preso menos de 9 horas após fugir da Papuda, Ítalo Custódio confessou aos policiais que matou o sobrinho de um PM em Brasília, como prova para que fosse aceito e batizado no Primeiro Comando da Capital (PCC).

ADVERTISEMENT

Denerson Albernaz foi morto enquanto conversava com a mãe. Antes de morrer ele recebeu um bilhete com o nome dos traficantes que pediram a cabeça dele por denunciar o tráfico. Esse bilhete estava no bolso dele na hora da morte..

A fuga de Ítalo não durou muito tempo.  Ele foi recapturado na segunda-feira. A polícia sabe que esse tipo de “batismo” está cada vez mais comum no PCC, em todo o Brasil.

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!