Prefeito de Tabatinga espalha fake news sobre governo estadual para favorecer Eduardo Braga, seu aliado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O prefeito de Tabatinga, Saul Bemerguy (MDB), recorreu a uma fake news para tentar negativar as ações do governo do Amazonas. Aliado de Eduardo Braga (MDB), que concorre ao cargo de governador nesse segundo turno com Wilson Lima, ele mentiu sobre os investimentos feitos no programa Ilumina+ Amazonas.

O programa é executado pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), órgão estadual, mas Saul disse que o governo federal é quem envia os recursos, desmerecendo os investimentos feitos desde o início do ano pelo governo do Amazonas.

No dia 1º de junho deste ano o prefeito assinou um convênio no valor de R$ 20 milhões, via UGPE, pelo governo do estado, para a recuperação e pavimentação do sistema viário de Tabatinga. Na ocasião, fez foto com Wilson Lima.

Agora, o próprio convênio que ele assinou e está com as obras em adiantamento é criticado por Saul, que mistura informações de governos anteriores para confundir a população e desmerecer os feitos do governo atual.

O irmão do prefeito de Tabatinga, David Bemerguy (MDB), que administra Benjamin Constant, também tem espalhado notícias falsas sobre a implantação de iluminação pública de LED. Uma delas é que a iluminação que vai chegar na comunidade Feijoal será com lâmpadas antigas de vapor de sódio, de mercúrio e mistas, reaproveitadas da sede do município.

A UGPE informou que, por meio do programa Ilumina+ Amazonas, está implantando em Tabatinga 3,3 mil pontos de Iluminação pública de LED. O programa é executado diretamente pelo Estado, totalmente com recursos estaduais, não havendo verba federal envolvida.

Sobre a iluminação de Benjamin Constant, a UGPE esclareceu que a informação também não procede. A comunidade vai receber luminárias de LED. As lâmpadas antigas que são retiradas, serão entregues para o município dar o descarte correto.

 

Leia Também