Prefeito David Almeida entrega unidade de saúde revitalizada e embarcação no Puraquequara

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O prefeito de Manaus, David Almeida, entregou, nesta sexta-feira, 26/8, no bairro Puraquequara, na zona Leste da cidade, as novas instalações da Unidade de Saúde da Família (USF) L-42, que foi totalmente revitalizada, por meio de Parceria Público-Privada (PPP), para garantir atendimento com mais qualidade, segurança e conforto aos aproximadamente 4 mil usuários para os quais a unidade é referência. Pertencente à rede de assistência da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a L-42 é a 28ª unidade de pequeno porte revitalizada e entregue à população pela atual gestão.

“Estamos entregando mais uma unidade, essa é a 28ª, serão 68 unidades como essas reformadas. Além dessa reforma, nós estamos estruturando também todos os aparelhos, as cadeiras, trocando bebedouros, tudo reformado, hoje, nós temos uma nova estrutura de saúde e, das 68 unidades desse modelo, nós vamos reformar todas até o final de 2023. É uma nova Saúde Básica de Manaus, para fazer justiça ao trabalho dos nossos servidores. Eu tenho muito orgulho da equipe de Saúde da Prefeitura de Manaus que, dentro das capitais, é a melhor Saúde do brasil”, assegurou o prefeito.

De porte IB, com 132 metros quadrados, a unidade recebeu nova cobertura, pintura, mobiliário, equipamentos, serviços de jardinagem, com manutenção e adequação das estruturas internas e externas.

A USF conta com duas equipes, sendo uma de Estratégia Saúde da Família (ESF) e uma de Saúde Bucal, que realizam ações de saúde preventiva, com acompanhamento periódico de crianças, adolescentes, adultos e idosos das comunidades terrestres ramal Castanheira, ramal 09, ramal da Luz, igarapé da Lenha, comunidade Bela Vista e das comunidades ribeirinhas São Francisco do Mainã, Lago Floresta, Lago Ipiranga, Ilha Santa Luzia, Lago João Paulo, Karaipé e Lago Boa Vista.

Nova embarcação

Para garantir atendimento à população ribeirinha, a prefeitura entregou uma lancha que servirá para o transporte dos profissionais de saúde até as sete comunidades atendidas, onde residem aproximadamente 246 famílias.  A embarcação, coberta, com 7 metros e motor de 60 horse-power (hp), tem capacidade para transportar até 12 pessoas e vai permitir que o atendimento seja realizado nas próprias localidades, em pontos de apoio específico, evitando a necessidade de deslocamento dos usuários até a USF.

“Aqui é uma unidade que atende, ao menos, cinco comunidades terrestres e sete ribeirinhas, onde vai melhorar muito o acesso. Vamos buscar essas pessoas para que possam ser atendidas em uma nova unidade reformada, ampliada e equipada. A lancha tem capacidade de 12 lugares, é uma lancha coberta, e vai possibilitar levar os nossos profissionais às comunidades quando eles não puderem vir. As pessoas tinham essa dificuldade, o acesso era muito complicado, a vacinação se tornava mais difícil e quanto mais nós pudermos melhorar o acesso à população para a casa de saúde nós o faremos”, completou a titular da Semsa, Shádia Fraxe.

Os serviços oferecidos pela USF L-42 incluem atendimentos médicos, odontológicos e de enfermagem, coleta de material para exames de laboratório, coleta para o exame preventivo do câncer de colo do útero (Papanicolau), curativos, retirada de pontos, aferição de pressão arterial e glicemia capilar, verificação de peso e altura, administração de medicamentos injetáveis e orais, aplicação de vacinas e dispensação de medicamentos básicos.

Com a entrega da unidade, chega a 28 o número de estruturas de pequeno porte, de um total de 68 unidades do mesmo porte, que serão revitalizadas até o final de 2023. Também foram entregues recentemente as USFs Ajuricaba e Mauazinho, reformadas e ampliadas, e a Unidade Básica de Saúde Fluvial Dr. Ney Lacerda, que passou por ampla reforma, para atender as comunidades ribeirinhas da Calha do Rio Negro.

No momento, a prefeitura trabalha com um pacote de cem obras, com reformas, ampliações e construções, para melhorar a infraestrutura e garantir um novo padrão de qualidade à rede de saúde do município.

Leia Também