Prefeita de Nhamundá acusa ex-prefeito de sacar mais de R$ 300 mil dos cofres do município

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Na política, quando dois aliados se separam, tudo pode acontecer. Em Nhamundá, a atua prefeita e o ex-prefeito estão em pé de guerra. Marina Pandolfo (PSD), afirma que seu antecessor, “Nene Mchado”, sacou mais de R$ 300 mil dos cofres da Prefeitura, logo após sair do comando da cidade. Ele afirma que fez isso na frente dela, e com sua autorização.

A ex-aliada de Nene Machado afirma que depois de deixar a prefeitura o político entrou no sistema e fez a retirada a título de pagamentos. A denúncia está no Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas da União (TCU) e Polícia Federal (PF), mas só foi feita em novembro, quase dois anos após o suposto saque, datado do dia 11 de janeiro do ano passado, no valor de R$ 334.478,55.

“Conforme se comprova através de extrato bancário e documentos em anexo, o anterior prefeito municipal de Nhamundá, senhor Gledson Hadson Paulain Machado, realizou movimentação bancária nas contas de titularidade do município após o término de seu mandato, mais precisamente no dia 11 de janeiro de 2021, no valor de R$ 334.478,55 (trezentos e trinta e quatro mil, quatrocentos e setenta e oito reais e cinquenta e cinco centavos)“, diz a prefeita.

O OUTRO LADO

Já o prefeito se diz vítima de perseguição.  Nene Machado afirma que a verba foi usada para pagar a obra de construção do Ginásio do Guarapi, curiosamente entregue pela prefeita.

Nenê diz que acessou a conta bancária da prefeitura usando seu ‘token’, com autorização da prefeita, que não conseguiu, de acordo com ele, cadastrar a sua própria senha na Caixa Econômica Federal.

“Esse dinheiro foi usado para pagar a obra de construção do ginásio do Guarapi. E foi pago com a autorização dela [Marina Pandolfo], pois a prefeita não estava conseguindo cadastrar a senha dela na Caixa, para pagar o empresário. Ela [Marina] estava do meu lado quando foi paga essa nota”, garantiu o ex-prefeito.

BRIGA NA REDE SOCIAL

Este ano, os ex-amigos brigaram por meio das redes sociais. O ex-prefeito diz que Marina é ingrata. Já ela afirma que ele queria um vassalo.

Agora a palavra estará com os órgãos de controle.

Veja a denúncia:

REPRESENTACAO-MPF-MUNICIPIO-DE-NHAMUNDA-MOVIMENTACAO-BANCARIA

Leia Também