Por medo de roubos, garota de programa instalou câmera que acabou filmando a morte dela

Facebook
Twitter
WhatsApp

Mike Augusto Gonçalves Brunelli foi preso ao confessar o assassinato de uma garota de programa de 42 anos, identificada como Sara Maia. Ele foi preso na quarta-feira (15), em Mogi das Cruzes, São Paulo. O crime foi descoberto e o suspeito identificado após a vítima instalar câmeras de segurança para evitar assaltos.

ADVERTISEMENT

Nas imagens, Mike asfixia a travesti até a morte. Em depoimento ele confessou o crime que aconteceu em 2020 e disse que Sara estava nervosa e alterada.

Nas imagens, é possível ver o suspeito dando um mata-leão na vítima, em seguida se veste, vasculha o quarto e sai.

 

 

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!