Vanessa Grazziotin quer fazer parte bancada amazonense na câmara Federal, em 2022

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
A ex-senadora disse que está acompanhando de perto todas as pesquisas de intensão de votos para as eleições de 2022.

Vanessa Grazziotin (PCdoB) está de olho nas eleições de 2022. A ex-senadora disse que está acompanhando de perto as pesquisas feitas recentemente aqui no Amazonas e se disse satisfeita com o resultado.

O futuro pleito pode marcar a volta de Grazziotin à bancada amazonense na Câmara Federal. Além do nome dela, outros nomes também aparecem nas pesquisas de intensões de votos. Dentro da pesquisa, a catarinense teria cerca de 110 mil votos mínimo e 198 mil máximos, ficando atrás do deputado federal Zé Ricardo (PT). Outro nome forte é o do vereado Amom Mandel (sem partido), porém, até o momento ele ainda não falou sobre a sua candidatura.

Estou acompanhando as pesquisas. Muitas pessoas também me mandam estas estatísticas e, para minha pessoa, fica um sentimento de gratidão muito grande em ter esse reconhecimento do povo. Sigo trabalhando em prol da população, mesmo não ocupando cargo no momento. Juntamente aos colegas de partido pretendo continuar desta maneira”, disse.

Longa estrada

Vanessa foi eleita, em 2013, procuradora da Mulher do Senado, presidente da Comissão Mista Sobre Mudanças Climáticas e presidente da CPI da Espionagem, instalada para averiguar as denúncias de Edward Snowden sobre a NSA. Em 2014, foi membro das CPI’s da Petrobras e em 2015 foi relatora da CPI do CARF, que investigou desvios do âmbito daquele órgão e recomendou o indiciamento de 28 pessoas entre servidores, empresários e banqueiros.

Já em 2016, como senadora, durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff, foi membro da Comissão Especial que julgou e deliberou o caso e votou contra o afastamento da então presidente.

No último pleito para o Senado Federal, Vanessa não conseguiu a reeleição ficando em quinto lugar, com 11,36 % dos votos.

Leia Também