Queiroz se lança candidato a deputado federal e diz que conta com o apoio da família Bolsonaro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, o apoio da família do presidente lhe daria o título de deputado mais votado do Rio de Janeiro.

Ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), Fabricio Queiroz disse, nessa terça-feira (18), que pode ser candidato a deputado federal nas eleições deste ano. A declaração foi feita em entrevista à CNN Brasil.

“Não tenho nenhum impedimento para concorrer. Sou investigado como várias pessoas são, várias que inclusive estão ocupando cargos no momento”, afirmou Queiroz.

O ex-assessor e amigo próximo da família Bolsonaro deve se filiar ao PTB, mas também tem sido cogitado como puxador de votos de legendas menores do campo conservador. Ainda sem destino certo, Queiroz disse ainda que conta com o apoio da família do presidente Jair Bolsonaro (PL), o que segundo ele, lhe tornaria o deputado mais votado do Rio de Janeiro.

Durante a entrevista, Queiroz disse que é um “grande admirador do Roberto Jefferson”, ex-deputado federal e presidente afastado do PTB, que está preso desde agosto de 2021.

Denúncias

Queiroz foi denunciado por peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro junto com o senador Flávio Bolsonaro e outras 15 pessoas em novembro de 2020 no caso das rachadinhas, prática na qual parlamentares se apropriam de parte dos salários dos assessores.

O ex-assessor do senador chegou a ser preso pelo Polícia Federal em junho de 2020, em Atibaia. O imóvel em que ele estava era de Frederick Wassef, que era então o advogado de Flávio e do presidente Jair Bolsonaro. Menos de um mês depois ele conseguiu no Superior Tribunal de Justiça (STJ) o benefício da prisão domiciliar. Em março de 2021, o mesmo STJ votou pela libertação Queiroz e sua esposa.Q

Leia Também